Rafael Miguel e seus pais foram assassinados pelo pai da namorada

A namorada do ator Rafael Henrique Miguel, de 22 anos, postou um texto nas redes sociais em homenagem ao namorado, que foi assassinado pelo pai dela neste domingo (9), na Zona Sul de São Paulo. Segundo a Polícia Civil, o comerciante Paulo Cupertino Matias, de 48 anos, não aceitava o relacionamento da filha de 18 anos com o ator. Os pais do jovem também foram mortos a tiros.

“Tá muito difícil de assimilar, mas eu quero pensar em você como o homem iluminado que é, o homem que me orgulha, que me fez a mulher mais feliz do mundo, que me apresentou o amor de verdade, que me salvou e acreditou em mim, quando muitas vezes eu pensei em desistir”, disse a jovem nesta segunda-feira (10).

A Polícia Civil procura Paulo pelo assassinato do genro e dos pais do jovem, João Alcisio Miguel, 52, e Miriam Selma Miguel, 50. Após cometer a chacina ele fugiu.

Um dos últimos trabalhos de Rafael na TV foi o personagem Paçoca, na novela infantil ‘Chiquititas’, exibida pelo SBT. O ator também atuou na TV Globo, nas novelas ‘Pé na Jaca’ e ‘Cama de Gato’. Antes, ele havia ficado famoso pelo comercial no qual dizia “mãe, compra brócolis”.

Nas páginas pessoais de Rafael e da namorada consta que eles estão juntos desde março de 2018. Policiais ouvidos pelo G1 ainda buscam informações de como o crime ocorreu, além de procurar o principal suspeito.

Mas sob a condição de que seus nomes não fossem divulgados, agentes do 98º Distrito Policial (DP), no Jardim Miriam, na Zona Sul, contaram que Paulo não permitia que a filha namorasse Rafael.

Segundo o boletim de ocorrência registrado na delegacia que apura o caso, a chacina ocorreu na Estrada do Alvarenga, no bairro da Pedreira.

De acordo com a polícia, Rafael e os pais dele foram até a casa da namorada para falar do namoro com o pai da jovem. Eles foram recebidos pela moça e a mãe dela. Depois, o pai da garota apareceu e atirou no ator e no casal.

Se for preso, o comerciante responderá por homicídio consumado. A foto do suspeito ainda não foi divulgada pela polícia.

Os corpos das vítimas estavam no Instituto Médico Legal (IML) na manhã desta segunda. Eles serão enterrados em São Paulo.

Informações: G1