O Ministério da Agricultura informou nesta quinta-feira (01) que aumentou de oito para 17 o número de estados com casos de recebimento de pacotes de sementes não solicitadas.

Roraima está na lista dos estados que receberam as sementes misteriosas vindas da China. Há também registro no Distrito Federal (DF).

O ministério afirma ainda que já recebeu 181 amostras, todas originárias de países asiáticos como China e Malásia e da região administrativa chinesa Hong Kong.

Ainda segundo o governo, “até o momento, ainda não é possível apontar os riscos envolvidos”. O material foi enviado para o Laboratório Federal de Defesa Agropecuária (LFDA) de Goiânia para as análises técnicas.

Nesta quinta, a Embaixada da China no Brasil negou que os pacotes que chegaram ao Brasil nas últimas semanas tenham vindo daquele país. E disse estar disposta a cooperar com a investigação das autoridades brasileiras.

Mas, no último dia 18, os chineses já haviam afirmado que uma verificação preliminar do China Post, os Correios do país, constatou que as etiquetas de postagem apresentam indícios de fraude.

CUIDADOS – O Ministério da Agricultura reforça para que a população tenha cuidado e não abra encomendas recebidas pelo correio de pacotes de sementes não solicitadas, seja qual for o país de origem.

Caso o cidadão venha a receber em casa sementes provenientes do exterior, o governo orienta a entrega do material para uma das unidades do ministério em seu estado ou no órgão estadual de defesa.

Informações: Folha de Boa Vista – Foto: Divulgação