Vários documentos e bens do presidente da Assembleia Legislativa de Roraima, Jalser Renier, foram recolhidos durante operação do Ministério Público de Roraima (MPRR), em parceria com equipes do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) da Força Nacional e da Polícia Rodoviária Federal. Três guinchos estão sendo utilizados para recolher os bens.

O MP confirmou ainda que ninguém foi preso na ação, ou seja, que a princípio os agentes estão realizando ações de busca e apreensão e sequestro de móveis e imóveis do investigado. A operação do Ministério Público também fez o recolhimento de documentos do prédio da ALE, localizado no Centro Cívico. A ação está contando com o suporte da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e da Força Nacional.

De acordo com as últimas informações obtidas pela reportagem, o movimento no interior da residência é intensa, com vários agentes no local. Dois chaveiros também foram acionados para auxiliar nos trabalhos do Gaeco.

Cães farejadores estão sendo utilizados na operação que mira a residência de Jalser e gabinetes da Assembleia Legislativa. Jalser Renier foi reeleito presidente da ALE-RR na terça-feira, 1º, recebendo votos de 15 deputados estaduais.