O venezuelano Leonel Del Jesus Osuna, 27 anos, foi preso em flagrante na madrugada dessa quarta-feira (15), em Boa Vista, por tentativa de homicídio. Ele foi detido após agredir a filha de cinco anos na rua. Conforme informações da polícia, de tanto apanhar, a criança convulsionou e as agressões só cessaram devido à interferência de vizinhos, o que teria evitado um problema mais grave com a menina.

O caso ocorreu no bairro Nova Cidade, onde o suspeito vive com a filha e a sogra. Ele foi denunciado à Polícia Militar pelos vizinhos. Quando a equipe chegou foi informada pelas testemunhas que o pai tinha agredido a filha de forma violenta. Uma testemunha contou que o suspeito bateu muito na cabeça da criança, provocando corte e sangramento. Ainda conforme o relato, enquanto era agredida a criança gritava de dor e pedia socorro.

Outros moradores interviram no caso e retiraram a criança do pai, mas ele a pegou de volta e levou para dentro de casa. Quando os agentes chegaram à casa do suspeito, ele tentou impedir a ação policial. A sogra de Osuna, também venezuelana, confirmou as acusações de agressão. Ela informou que a mãe da criança deixou a filha com ele e retornou à Venezuela.

A mulher não detalhou como nem o que levou o pai a agredir a filha, tampouco se esta foi a primeira fez que ele agiu com violência contra a criança. Osuna foi detido e conduzido ao Plantão da Polícia Civil, onde a delegada Eliane Gonçalves decidiu pela prisão do cabeleireiro em flagrante.

ENTENDIMENTO

A delegada informou que as agressões foram graves e diante da forma como o caso foi relatado, optou por autuá-lo pelo crime de tentativa de homicídio.

“A criança teve lesões serias na cabeça, até convulsionou e perdeu os sentidos de tanto apanhar. As testemunhas relataram que ele bateu na filha como se batesse em uma pessoa adulta, na rua, na frente da casa. Ao invés de socorrer a filha, depois da situação, dos populares terem impedido que continuasse com a pancadaria, ele ainda enfrentou o povo, pegou a criança e escondeu no quarto. Quando os policiais chegaram encontraram a menina toda ensanguentada, correndo risco de morte”, detalhou a delegada Eliane.

Ela acrescentou que a menina é extremamente frágil, tem 19 kg e devido às agressões ficou internada no Hospital da Criança Santo Antônio.

Ao final do procedimento, Leonel Osuna passou o resto da noite na carceragem da PC e na manhã dessa terça-feira foi conduzido para audiência de custódia.

Informações – Roraima Em Tempo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here