A fala raivosa e desrespeitosa do senador Telmário Mota (PDT) contra autoridades de Roraima, a população de Pacaraima e o Ministério Público do Estado (MPRR), em áudios distribuídos em grupos de WhatsApp nesta segunda-feira (23 de março), levou a Associação do Ministério Público do Estado de Roraima (AMPER) a se pronunciar em nota, repudiando a agressão verbal perpetrada contra o órgão pelo parlamentar.

A nota da AMPER afirma “repudiar com total veemência os ataques por ele [Telmário Mota] dirigidos à Instituição Ministério Público e à Doutora Janaína Carneiro Costa, atual Procuradora Geral de Justiça do Estado de Roraima”.

A manifestação da Associação diz ainda que “diferentemente dos termos depreciativos utilizados pelo parlamentar federal, [O Ministério Público do Estado] possui rica história de luta em favor da sociedade roraimense e na institucionalização do Estado, atuando sempre de forma independente e firme no cumprimento de sua missão constitucional”.

Em seu áudio raivoso, Telmário Mota afirma que o Ministério Público é “setor vagabundo, podre”. A fala de Telmário, como representante legislativo federal de Roraima é simplesmente lamentável.

Informações: Blog do Luiz Valério – foto: Agência Senado

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here