Roraima continua como um dos piores estados em transparência dos gastos com covid

A ong Transparência Brasil divulgou nesta semana o rankig dos 26 estados, Distrito Federal, das capitais e do governo federal, quanto a transparência de informações sobre contratações emergenciais, doações e medidas de estímulo econômico e proteção social. Roraima encontra-se em 22ª lugar, figurando entre os estados com menor nota.

Para chegar ao ranking, a ong avaliou os portais de transparência de todos os analisados. A escala de pontuação da vai de 0 a 100, em que os mais transparentes são aqueles que mais se aproximam da nota máxima. Além de prejudicar o atendimento básico de saúde, a corrupção pode afetar também as tentativas dos governos de estimular a economia e ajudar as famílias em situação vulnerável.

Desde o início da pandemia, o Estado sempre demonstrou ineficiência na transparência dos recursos empregados para o combate à covid-19. Tanto que no mês passado, o governo foi alvo de uma operação policial que investiga justamente fraudes, desvio de recursos e superfaturamento de respiradores.

Em comparação, a Prefeitura de Boa Vista alcançou 95 pontos, dos 100 possíveis, figurando entre as dez melhores capitais no ranking de transparência no combate à covid-19. As informações estão disponíveis para livre acesso no endereço: https://transparenciainternacional.org.br/ranking/ .