A visita ao Mercado Municipal São Francisco já foi incluída nas rotas dos passeios turísticos por Boa Vista. O prédio passou por reforma e um processo de modernização e foi entregue à população pela prefeita Teresa Surita em setembro de 2018. Um espaço que acomoda um centro de alimentação e a venda de variados artigos com preços acessíveis, atraindo moradores da capital e turistas.

Pedro Lopes Bandeira Filho mora no bairro São Francisco e frequenta o mercado há pelo menos 30 anos. “Desde que eu era adolescente tomo café aqui. Melhorou muito com a reforma, temos um ambiente agradável e descontraído e isso é muito bom”, disse.

Maria Soares é uma das comerciantes do mercado. Há 14 anos oferecendo café da manhã, ela conta que antes o espaço era bem menor e agora é possível oferecer mais comodidade aos seus clientes. “Eu pude estruturar melhor o meu negócio, trazer mais clientes, criar a minha marca e posso dizer que meu movimento melhorou”, enfatizou.

Maria Soares vende café há 14 anos no Mercado

O servidor público Adriano Carvalho destacou que passa pelo mercado todos os dias para tomar café, principalmente nas férias, e o que chama a atenção é a culinária. “Aqui temos muita diversidade, o que atrai muito a atenção, nós temos acesso a comidas e temperos de outros estados e até países, isso é muito bacana”, completou.

No mercado, um café da manhã com uma tapioca simples mais uma xícara de café puro custa em média R$ 3,50. O visitante ainda pode encontrar outras opções para almoço e lanche com preços acessíveis. Verduras, frutas, carnes também são alimentos comercializados no local.

Outro produto encontrado por lá é o artesanato. Claudinice Martins da Silva trabalha com artesanato e possui clientes fiéis até de outros países. Ela conta com a ajuda da tecnologia para atrair mais visitantes para o mercado. A comerciante faz o convite para as pessoas que ainda não conhecem o novo Mercado São Francisco.

Claudinice Martins – Artesã

“O mercado é um ponto de referência do município. O pessoal encontra minha loja nos aplicativos, na internet. Eu atendo clientes que vêm da Argentina e de todo lugar”, concluiu. Essa reforma melhorou 1.000% do que era antes

Nova estrutura trouxe mais comodidade para comerciantes e visitantes

A nova estrutura do mercado conta com sete espaços para frutaria, 11 boxes destinados a serviços como artesanato, artigos em armarinhos e bijuterias, chaveiro, comércio, conserto de eletroeletrônicos, agência de viagens, entre outros. Um box é destinado para açougue, outro para venda de peixes e frutos do mar e também polpa de frutas.

Duas praças de alimentação compõem o ambiente, sendo uma interna para 10 restaurantes e outra externa, para cinco cafés. O espaço dispõe também de quatro armazéns para a venda de grãos e outros produtos.

O Mercado São Francisco, antes da reforma

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here