Os agricultores familiares dos Projetos de Assentamento Nova Amazônia e das Comunidades Indígenas receberam nessa quarta-feira, 19, da prefeita Teresa Surita, os prêmios do Plano Municipal de Desenvolvimento do Agronegócio (PMDA), que destacam os produtores que avançaram em 2019 com a produção agrícola, conhecimento, tecnologia, qualidade e assistência técnica no campo.

Nesta segunda edição, a premiação contemplou as categorias: Grãos (milho, soja e feijão) e Culturas (batata-docemelancia e melão). O PMDA Produtividade é uma iniciativa da Prefeitura de Boa Vista e foi criado com o objetivo de mostrar os bons resultados de produtividade das lavouras atendidas pelo Plano, bem como a produção indígena.

Seis agricultores familiares premiados como os primeiros colocados de cada categoria e três agricultores indígenas, que foram destaques em suas comunidades, receberam um troféu e ganharam uma viagem nacional para uma feira de referência no agronegócio brasileiro.

“Nós temos muito a comemorar, mais uma vez tivemos a premiação daqueles que produziram mais, do primeiro até o terceiro lugar, com o prêmio de uma visita a uma feira de agronegócio importante no Brasil, para que tenham mais conhecimento e possam trazer para cá uma condição de produzir ainda mais”, frisou a prefeita Teresa Surita.

Na categoria Destaque Indígena os vencedores foram: Juvanildes Severino Rodrigues, da Comunidade Indígena de Campo Alegre, Luis Fagner de Oliveira, da Comunidade Indígena do Morcego, e Valdemy da Silva, da Comunidade Indígena Serra da Moça.

Os agricultores serão acompanhados por uma comitiva da Secretaria Municipal de Agricultura em uma missão técnica para obter experiência e conhecimento acerca das tecnologias e equipamentos agrícolas mais avançados atualmente.

A agricultora indígena Juvanildes Severino Rodrigues ficou contente em ter a oportunidade de viajar representando a sua comunidade em busca de conhecimento. “Agradeço muito a prefeita Teresa Surita pelo apoio a nós, agricultores indígenas, antes plantávamos apenas macaxeira e hoje, graças a este apoio, estamos produzindo melão, melancia, couve, berinjela entre outras culturas”, concluiu.

Saiba como os produtores foram avaliados

Os locais para a coleta das amostras foram definidos nas áreas de cada produtor participante do prêmio. Uma equipe técnica, formada por profissionais da SMAAI, Universidade Federal de Roraima (UFRR) e membros das Cooperativas parceiras da prefeitura fez a estimativa de acordo com os métodos adequados para a certificação. Os produtores foram classificados de acordo com o maior índice de produtividade.

Confira a relação dos ganhadores:

Destaque Indígena

Juvanildes Severino Rodrigues

Comunidade Indígena de Campo Alegre

Luis Fagner de Oliveira

Comunidade Indígena do Morcego

Valdemy da Silva

Comunidade Indígena Serra da Moça.

Categoria

Nome do vencedor

Milho Josimar Costa Araújo
Soja Juscelino Jose de Mello
Feijão ASAFET – Cezita Coelho
Batata Doce Gleison Silva Queiroz
Melancia André Coutinho Lima
Melão Ricardo Bertin

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here