O ano de 2020 começou com muitas novidades para os agricultores das Comunidades Indígenas atendidas pela Prefeitura de Boa Vista, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e Assuntos Indígenas (SMAAI). A equipe técnica da pasta se reuniu com 50 agricultores das Comunidades de Vista Alegre e São Marcos para tratar dos projetos que devem alavancar ainda mais o agronegócio nas comunidades.

Dentre os assuntos debatidos: a ampliação de área para o plantio de milho, com a previsão de até 50 hectares, ampliação do atendimento no projeto Hortifruti (HF) e culturas de inverno, que preveem o plantio de melão, abóbora, melancia, macaxeira entre outros, além do apoio aos agricultores indígenas para projeto de piscicultura e ainda a escavação de cacimbas para irrigação das lavouras e água para os animais.

 A previsão para o início dos trabalhos é de aproximadamente 10 dias. Os insumos, maquinários e implementos já estão garantidos para que os agricultores possam dar sequência aos projetos.

Para o secretário Municipal de Agricultura e Assuntos Indígenas, Marlon Buss, a reunião só confirma os bons frutos de um trabalho que vem sendo feito no decorrer de três anos e que está sendo reconhecido pelos agricultores.

 “Pudemos perceber o interesse de vários indígenas aqui após os resultados obtidos na produção agrícola nos anos anteriores. É muito gratificante ver que tivemos de fato essa evolução significativa e que eles querem participar dos projetos para melhorar a qualidade alimentar e ter resultado econômico em busca de algum conforto para sua família”, enfatizou.

O 1º Tuxaua da Comunidade Indígena Vista Alegre, Célio Pereira Chagas, assumiu neste ano e está empolgado para dar continuidade aos projetos. “E nós vamos tentando nos organizar, estamos lutando pelo desenvolvimento da Comunidade, trabalhamos e colhemos uma boa safra de milho e agora nos reunimos para aumentar o grupo de trabalhadores. Nós sempre contamos com o apoio da prefeita Teresa e ela sempre nos atendeu”, concluiu.

Projetos de Comunidades Indígenas já foram premiados

A prefeitura tem desenvolvido vários projetos nas 16 Comunidades Indígenas atendidas e que tem dado bons resultados. Como exemplo os projetos Pimentas Tay Tay que venceu o prêmio PMDA Produtividade e que em breve lança um novo produto e o Projeto HF, no qual um agricultor indígena venceu com a melhor produtividade. São iniciativas que incentivam os agricultores a melhorarem de fato a qualidade da alimentação de suas famílias e a gerarem renda.