As denúncias envolvendo empresas como Huwaei e ZTE está rendendo banimento de seus produtos eletrônicos em diversos países

Um grupo bipartidário de legisladores americanos apresentaram na última quarta-feira (16) uma proposta de lei que pode banir a venda de qualquer eletrônico dos Estados Unidos para as gigantes chinesas Huawei Technologies Co Ltd [HWT.UL], ZTE Corp e outras empresas de tecnologia. As empresas são acusadas de espionagem em escala global.

As propostas foram apresentadas logo após o Wall Street Journal ter reportado que promotores federais estão investigando alegações de espionagem da gigante Huawei, que estaria roubando segredos comerciais da T-Mobile e outras empresas americanas. Em novembro do ano passado, o Departamento de Justiça Americano indiciou a chinesa Fujian Jinhua Integrated Circuit Co Ltd por roubar segredos comerciais da companhia americana Micron Technology.

As sanções contra as chinesas obrigaram a ZTE no ano passado a pagar uma multa de U$ 1 bilhão por ter violado o embargo comercial contra o Irã. Como parte do acordo, os Estados Unidos removeram a suspensão da ZTE, permitindo que ela comprasse componentes eletrônicos americanos.

O fundador da Huawei, Ren Zhengfei, negou que sua empresa esteja sendo usada pelo governo da China para espionar. Os Estados Unidos continuam a pressionar os seus aliados para pedir que não comprem produtos da Huawei, sob o risco de serem espionados.

A Polônia por exemplo, prendeu um trabalhador da Huawei na semana passada, também acusado de espionagem. Agências de Inteligências americanas afirmam que a Huawei usa backdoors em seus produtos, que permitem que o governo comunista da China espione os usuários.

Informações: Politz

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here