Procon Boa Vista apura denúncias de superfaturamento nos preços de alimentos da cesta básica

O Procon Boa Vista está promovendo ações preventivas em supermercados da capital, com objetivo de apurar denúncias da população envolvendo prática de preços abusivos de alimentos da cesta básica. Nesta quarta-feira, 1º, a ação aconteceu na zona Oeste da cidade.

Os estabelecimentos terão um prazo de 10 dias para encaminhar cópias de notas fiscais de entrada e saída de produtos, para que seja possível fazer um comparativo dos preços, de acordo com a assessora técnica do Procon Boa Vista, Stephanie Leão.

“Estamos entregando a nota técnica do entendimento consolidado do Procon Municipal do que seria abusividade de preços. Como o fornecedor pode identificar o que é abusivo ou não. E notificando porque como teve denúncias referente ao aumento dos itens da cesta básica.”, explicou.

Dentre os itens fiscalizados estão: tomate, cenoura, cebola, batata, leite em pó, arroz, feijão, açúcar, molho de tomate, macarrão, espaguete, café, sardinha e óleo, além de produtos de limpeza como desinfetante a base de cloro, detergente líquido, água sanitária e ainda papel higiênico.

“O Procon baixou uma portaria para abrir uma investigação preliminar, referente a esses aumentos de preço. Em decorrência disso, estamos notificando os supermercados da cidade para que apresentem as notas fiscais de fevereiro e março e, a partir de abril, apresentem as notas mensalmente para a gente acompanhar até junho a evolução desses preços”, pontuou a Stephanie.

O consumidor que se deparar com algum problema relacionado as relações de consumo, poderá registrar denúncia, de forma anônima, pelo E-mail do órgão [email protected] ou pelos telefones: (95) 3625-2219, (95) 3625-2214, (95) 3625-3477 e (95) 3625-6201.