Bolsonaro vai para o PL, partido de Édio Lopes, vice de Teresa em 2022

A chapa de Teresa Surita, que tem Edio Lopes envolvido, é tida como a principal concorrente a ser batida pelo atual governador Antonio Denarium (PP), que depende 100% da ajuda de Bolsonaro para a campanha do ano que vem - Foto: Equipe Edio Lopes

Dirigentes do Partido Liberal (PL) já foram avisados de que o presidente Jair Bolsonaro bateu o martelo no domingo (7) e deve anunciar de hoje (8) para amanhã (9) sua filiação ao partido. Segundo informantes da sigla, o ato de filiação deve ocorrer dia 22, em Brasília.

O presidente do novo partido de Bolsonaro em Roraima é o deputado Édio Lopes, anunciado como pré-candidato à vice governador na chapa de Teresa Surita (MDB). O presidente da República pode ficar em maus lençóis ou se abster de apoio local para a eleição majoritária em Roraima, já que a chapa de Teresa é tida como a principal concorrente a ser batida pelo atual governador Antonio Denarium (PP), que depende 100% da ajuda de Bolsonaro para a campanha do ano que vem.

Os dirigentes nacionais do PP, de Denarium, também já foram informados da decisão do presidente da República.

Informações: Roraima1