O ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, sinalizou que vai priorizar cidades responsáveis pelo atendimento de infectados por covid-19 no repasse dos R$ 9 bilhões do Fundo de Reservas Monetárias.

O assunto foi uma das pautas apresentadas por dirigentes da Frente Nacional de Prefeitos nesta quarta-feira (20). Durante videoconferência, os governantes municipais tiveram o primeiro contato com a pasta após quase dois meses.

O presidente da FNP, Jonas Donizette, prefeito de Campinas, pediu para que o montante de R$ 9 bilhões seja distribuído de acordo com os atendimentos de alta e média complexidade.

Ainda sobre a liberação de recursos, os prefeitos chamaram a atenção do ministro interino da Saúde para a habilitação de leitos de UTI. O apoio está solicitado desde 22 de março para pacientes com síndrome respiratória grave no valor de R$ 1.500, mas este financiamento ainda não chegou.

Pazuello afirmou que vai avaliar para encaixar o custeio dos leitos no Projeto de Lei de Conversão.

Informação: JovemPan News