A atual situação do município de Uiramutã tem preocupado os gestores e a população que mora na região. Entre os principais problemas estão a dificuldade de acesso por conta das condições das pontes e os incêndios registrados no Parque Nacional do Monte Roraima, um dos principais pontos turísticos do Estado.

O prefeito de Uiramutã, Dedel Araújo (PP), informou à Folha que tem uma preocupação muito grande com relação ao inverno, por conta do que ocorreu no município em 2017. Na época, a cheia do Rio Branco atingiu mais de 700 pessoas no município e rompeu várias pontes e estradas de Uiramutã, que ficou isolado.

“Os quatro pontos mais preocupantes são: a ponte do Salgado e a ponte da Matinha na RR 171; a ponte de Nova Jerusalém e uma estrada que dá acesso à Comunidade Água Fria, que se retirada isola uma média de 30 comunidades indígenas”, explica o prefeito.

O gestor municipal afirma ainda que há cerca de um mês e meio, a Prefeitura protocolou um documento com todos os pontos críticos de Uiramutã junto ao Governo do Estado para informar das dificuldades enfrentadas e diz que aguarda providências.

Parque Nacional do Monte Roraima pega fogo

Com relação às queimadas em Uiramutã, o prefeito afirma que a gestão está há mais de um mês “apagando fogo” no Parque Nacional do Monte Roraima. Araújo afirma que equipe da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros de Pacaraima, Caracaraí e Alto Alegre foram deslocadas para atuar na região, além do apoio de funcionários de outros estados, como Manaus e Rondônia e do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais (Ibama).

“Hoje temos 22 homens de fora do município e 30 homens voluntários, que participaram de uma capacitação para atuar como brigadistas”, explica o prefeito. Manuel informa ainda que a Defesa Civil disponibilizou quatro caminhonetes e um helicóptero para atuar no local, já que o ponto do Parque Nacional é de difícil acesso, mas que fica à cargo da Prefeitura os gastos com alojamento, alimentação e apoio logístico das equipes.

Apesar do apoio, a situação ainda não está controlada, reforça o prefeito. “Enquanto não chover corre um risco muito grande do fogo se alastrar. Temos medo por que a chuva parece estar muito distante e o prejuízo está grande, o município está coberto por fumaça. Estamos pedindo socorro”, completou.

OUTRO LADO – A FolhaWeb entrou em contato com o Governo do Estado para saber se há previsão de revitalização das pontes no município e envio de novas equipes para combater os incêndios no Parque Nacional do Monte Roraima e aguarda retorno.

Informações – Folha de Boa Vista – Foto: Prefeitura Uiramutã

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here