A instabilidade energética tem penalizado de forma severa toda a população do Estado. A situação é ainda pior quando levamos em consideração a situação de abandono de vicinais e comunidades afastadas das sedes dos municípios.

Na região do Passarão, zona Rural de Boa Vista, moradores tem convivido com a interrupção no fornecimento de energia desde o início do inverno deste ano, segundo informou o presidente da Associação de Produtores Rurais do Passarão, Isaías Júnior.

“Esse problema não é de hoje, mas começou a se tornar frequente agora no inverno. Já procuramos várias vezes a Roraima Energia e eles nos falam que o problema está na rede. O mais estranho nisso tudo é que essa interrupção ocorre sempre no mesmo horário, no início da madrugada até as 12h. Parece até uma coisa programada”, comentou.

O presidente da entidade destacou que a região tem crescido na produção de alimento, mas que os problemas no fornecimento de energia têm dificultado as atividades dos agricultores.

“Essa rede de energia foi feita para atender o Projeto Passarão e a empresa já interligou todas as localidades da região, só que não estamos vendo a realização de nenhuma manutenção e sem planejamento, acaba que a rede fica sobrecarregada”, completou.

Outra queixa de Isaías Júnior diz respeito à iluminação pública. Ele estranha o fato da empresa ter embutido a cobrança desse tipo de serviço para uma região que quase não possui postes com luminárias.

“Eles começaram a cobrança de iluminação pública, e esse tipo de cobrança, numa região que não possui poste com lâmpada, não tem a mínima lógica”, salientou.

A reportagem procurou a Roraima Energia e aguarda resposta sobre a reclamação dos moradores do Passarão.

Informações: Folha de Boa Vista