Um corpo foi encontrado às margens do rio Tacutu, na comunidade do Pium, no município do Bonfim nesta segunda-feira, 20. De acordo com informações do Relatório de Ocorrência Policial (ROP), uma viatura da Polícia Militar do 5º pelotão foi acionada para atender a ocorrência de encontro de cadáver.

Ao chegar no local, a equipe de policiais encontrou o corpo sem cabeça e sem as vísceras, em avançado estado de putrefação. Ainda no local, o caseiro se apresentou como sendo o autor do crime, e disse aos policiais que cometeu o ato no dia 16 de janeiro, após ter sido atacado pela vítima identificada apenas como Jhonata, de nacionalidade guianense, e que o mesmo estava transformado em uma figura parecida com uma onça, que na crença indígena, também conhecido como Canaimé.

O suspeito disse que retirou o facão da bainha e golpeou várias vezes a vítima, que enquanto estava sendo golpeada, voltou ao corpo normal de homem.

Ainda de acordo com o autor do homicídio, a vítima era conhecida na comunidade como uma pessoa que fazia sacrifícios de crianças, e que há 15 dias, ele havia feito o parto do próprio filho e que assim que cortou o cordão umbilical foi visto sugando o sangue da placenta.

Ainda de acordo com o ROP a mesma narrativa do suspeito foi feita por outras pessoas da comunidade.

O suspeito foi apresentado na Delegacia para adoção das providências cabíveis.

CANAIMÉ – O Canaimé é um personagem mítico que, segundo a crença das tribos macuxi e uapixana, é responsável por acontecimentos maléficos. Age principalmente sob o definhamento e morte daqueles que cometem atos reprováveis.

Informações e foto: Folha de Boa Vista

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here