Chegam ao fim às buscas pelo corpo da adolescente Laura Rosa Marinho, 17 anos, morta na tarde do dia 19, a mando de um a facção criminosa. Os restos mortais da garota estavam enterrados na área de interesse social conhecida como bairro João de Barro.

De acordo com informações obtidas pela reportagem, a localização exata do corpo só foi possível graças a utilização de dois cães farejadores. As buscas contaram com a atuação do Setor de Inteligência da Polícia Militar (PM). Os familiares da adolescente também ajudaram nos trabalhos da equipe.

Laura Rosa Marinho foi submetida ao chamado “Tribunal do Crime”. Ela teria tido envolvimento com um rapaz membro de uma organização criminosa rival. A irmã dela também foi submetida ao mesmo procedimento, mas acabou absolvida.

A Polícia acredita que pelo menos 16 pessoas podem estar envolvidas na execução, seis pessoas já estão presas e outras duas morreram durante uma troca de tiros a PM no residencial Vila Jardim.

 

Informações – Folha de Boa Vista – Foto: Aldenio Soares

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here