Servidores da empresa União Comércio e Serviço LTDA, que fazem a limpeza da Maternidade Nossa Senhora de Nazaré, paralisaram as atividades nesta quinta-feira (23) devido ao atraso de salários.

À reportagem, as profissionais, que preferem não ser identificadas, afirmaram que os atrasos são referentes aos meses de fevereiro e março. Para elas, a situação é um descaso em meio à pandemia de coronavírus.

“Estamos nos expondo, pois há suspeitas de pacientes com coronavírus na unidade. Não recebemos, não pagamos nossas contas e ainda passamos por esta humilhação. Só queremos uma resposta e um ambiente de trabalho adequado”, declarou uma denunciante.

Para outra servidora, que trabalha há seis anos na Maternidade, não há assistência no local e o Estado se omite diante da situação dos 37 funcionários.

“Não há esclarecimento por parte da direção, da Secretaria de Estado da Saúde [Sesau]. Estamos sendo humilhados diariamente e só queremos garantir nossas rendas, nem faxina podemos fazer, por causa do isolamento social. Além disso, não há comida decente no hospital, a refeição que fazemos nos faz mal”, lamentou.

UNIÃO

A empresa ressaltou que todos os repasses foram feitos e aguarda posicionamento da Sesau para esclarecer o atraso. Em relação à alimentação dos funcionários, a companhia esclareceu que trocou a fornecedora das refeições.

“Estamos aguardando a resposta da Pasta. Todos os repasses estão em dia, não há atraso de dois meses. Sobre as marmitas servidas, todos os órgãos fiscalizadores foram acionados e não houve indícios de que a comida estivesse inapropriada”, destacou a empresa.

SESAU

A Coordenadoria Geral de Administração informou que a nota fiscal referente ao mês de fevereiro da empresa União já foi liquidada no Fundo Estadual de Saúde, e que o pagamento pela Secretaria de Saúde deve ser efetuado nos próximos dias.

“Esclarece ainda que a nota de março está em análise na Corregedoria Geral do Estado de Roraima e que somente após a conclusão dessa etapa é que a Sesau poderá programar o pagamento para a terceirizada”, finalizou.

Informações: Roraima em Tempo – foto: Yara Walker