Empresário Marcelo Camacho Pinto se entregou à PF em São Paulo — Foto: Reprodução/TV Globo

O empresário Marcelo Camacho Pinto, que estava foragido da Justiça, se entregou à Polícia Federal nesse domingo (8) em São Paulo. Ele é um dos alvos da operação da Polícia Federal que investiga contrabando de ouro em Roraima. De acordo com a PF, ele se apresentou por volta das 16h na Superintendência da Polícia Federal em São Paulo.

Marcelo Camacho Pinto era um dos quatro investigados que ainda estavam foragidos. Ele é proprietário de uma empresa em Pacaraima, na fronteira com a Venezuela, que segundo a PF era usada para “requentar” o ouro ilegal. Em março, funcionários dele foram assaltados em Boa Vista e três policiais civis são acusados de praticar o roubo de 5,6kg de ouro.

A operação Hesperides da Polícia Federal foi deflagrada na sexta-feira (6). De acordo com a investigação, o grupo chegou a contrabandear 1,2 toneladas de ouro entre os anos de 2017 e 2019, movimentando R$ 230 milhões. Foram expedidos 22 mandados de prisão.

Conforme a PF, os envolvidos compravam ouro da Venezuela e de garimpos ilegais em Roraima e emitiam notas fiscais falsas para “requentar” o minério como sucata de joias. O esquema tinha participação de servidores públicos da Receita Federal e da Procuradoria Geral do Estado.

Ainda segundo a investigação, o ouro contrabandeado pelo grupo era posteriormente exportado à Índia e Emirados Árabes por uma empresa em Caieras (SP).

Informações: G1 Roraima