Em novo decreto de flexibilização de atividades suspensas durante a pandemia de Covid-19, a prefeita de Boa Vista, Teresa Surita, liberou o funcionamento de atividades como concessionárias e lojas de revenda de veículos automotores e similares; escritórios de advocacia; escritórios de contabilidade e escritórios de engenharia e arquitetura.

Para que possam atuar, tais prestadores de serviços devem seguir todos as medidas de segurança, de acordo com protocolos do Ministério da Saúde, como a utilização de equipamentos de proteção individual (EPI) por parte dos funcionários. No caso dos escritórios (advocacia, contabilidade, engenharia e arquitetura), é necessária  a marcação de horário para atendimento.

Além disso, o decreto traz novas regras aos táxis-lotação e táxis convencional, que poderão circular com no máximo três passageiros (sendo 01 por janela), permanecendo com os vidros abertos durante toda a viagem, além de ser obrigatório o uso de máscara para todos os usuários do veículo. Ao final das corridas, os veículos devem passar por assepsia com uso de álcool etílico 70% ou solução de hipoclorito de sódio pelo menos 2 (duas) vezes ao dia.

Este já é o quarto decreto de flexibilização de atividades em Boa Vista, desde o início da pandemia de Boa Vista. A prefeita Teresa sempre tem afirmado que outros serviços seriam liberados dependendo da situação epidemiológica do Estado.