O Ginásio Poliesportivo Vicente Ítalo Feola, popularmente conhecido como Totozão, está inativo desde 2008, há mais de uma década sem receber eventos esportivos. Sem funcionamento, o prédio está servindo de abrigo improvisado por imigrantes venezuelanos. No ano passado, a reportagem constatou que o local abrigava e ainda abriga famílias venezuelanas que moram de forma improvisada e insalubre no ginásio.

De acordo com informações repassadas pela Seinf (Secretaria de Estado da Infraestrutura), um projeto está em fase de elaboração para a reforma geral do Ginásio que contemplará a parte interna e também a urbanização externa do local.

Em nota enviada à Folha de Boa Vista, a Seed (Secretaria de Educação e Desporto) informou que o Governo do Estado instituiu um grupo de trabalho para ações emergenciais de migração, entre elas as ocupações espontâneas dos prédios públicos e privados. Informou que o grupo está trabalhando no sentido de buscar, por meio de ações integradas junto à Operação Acolhida e Força-Tarefa Logística Humanitária, diminuir essas ocupações nos prédios da Capital.

A nota acrescenta ainda que está em tratativas com a Operação Acolhida e promovendo discussões sobre um plano de desocupação dos prédios públicos. Porém, não se trata de uma ação imediata, mas sim uma ação que requer tempo, análise e estudo detalhado.

Sem alternativa, o local que recebe as partidas da modalidade futsal em Jogos Escolares, competições estaduais da FRFS (Federação Roraimense de Futebol de Salão) e partidas oficiais da CBFS (Confederação Brasileira de Futebol de Salão) tem sido o Ginásio Senador Hélio Campos, ao longo deste período.

Informações: Folha de Boa Vista – Foto: Bennison de Santana

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here