Redução foi de 5,9%, mas nem se aproxima dos 20% reduzidos nas refinarias em novembro.

O preço médio da gasolina em Roraima fechou novembro a R$ 4,29, se comparado a primeira semana do mês, quando o combustível estava a R$ 4,56, a redução foi de R$ 0,27, ou 5,92%.

O levantamento é da Agência Nacional de Petróleo (ANP), que monitora os preços em todo o país semanalmente. Todas as pesquisas em Roraima foram feitas em Boa Vista em 13 postos espalhados pela capital entre os dias 25/11 a 01/12 e divulgadas neste domingo (2).

Na semana retrasada, o valor médio em Roraima era R$ 4,33. Embora a ANP aponte a média de R$ 4,29 nessa semana, em Boa Vista donos de postos chegam a vender a gasolina por até R$ 4,20 nesta segunda-feira (3).

A redução no estado ocorre pela quarta semana consecutiva em novembro e acumulou queda de quase 6%. Apesar disso, nem chega perto das sucessivas diminuições nas refinarias que no mesmo período recuou cerca de 20%. Isso mostra que o preço da gasolina para o consumidor final tem caído menos que nas refinarias.

Segundo a Petrobras, o repasse dos reajustes nas refinarias aos consumidores depende dos distribuidores, ou seja, fica a cargo dos postos repassar ou não a baixa do preço da gasolina.

Donos de postos  contam que a diminuição do preço para o consumidor final, no entanto, depende de uma série de fatores, como os impostos, revendedores, e custos com frete. A gasolina vendida em Roraima vem do Amazonas.

Em todo o país o valor médio do combustível foi calculado em R$ 4,50, alguns centavos mais cara que em Roraima.

Conforme a ANP, o valor médio praticado no estado é o menor desde meados de setembro, quando o preço estava em R$ 4,37. A agência levantou ainda que o maior preço registrado no estado foi R$ 4,35 e o menor foi R$ 4,25.

O mesmo combustível é encontrado a R$ 5,03 no Acre – o mais caro do país – e R$ 3,92 no Amapá, onde o preço médio é considerado o mais baixo do Brasil e o único que fechou o mês abaixo dos R$ 4.