Vice-governador anuncia desfiliação do partido de Jalser

De acordo com Lins, é graças aos profissionais da Saúde que ainda é possível fazer algo pelos pacientes, pois, segundo ele, se depender do governador Antonio Denarium nada será feito - Foto: Divulgação

O vice-governador Frutuoso Lins deixou o Solidariedade (SD), partido para o qual migrou após deixar o PTC em fevereiro de 2019. A informação foi confirmada por ele ao Roraima em Tempo, nesta quinta-feira (27).

Lins disse que havia se filiado ao SD por ser oposição ao governador Antonio Denarium (sem partido). “Agora que [o Solidariedade] faz parte da base governista, não vejo sentido em minha permanência no partido”, resumiu à reportagem.

Médico de carreira, Frutuoso ficou cinco meses sem partido no ano passado, e chegou a receber quatro propostas: Progressistas (PP), Partido Social Democrático (PSD), Partido Republicano da Ordem Social (Pros) e Solidariedade (SD).

A oficialização da saída foi recebida ontem (26) pela sigla. Frutuoso agradeceu a atenção dada a ele durante o tempo de permanência em documento encaminhado ao deputado Ottaci Nascimento, que comanda o partido. O SD tem como figura mais notória o presidente da Assembleia Legislativa (ALE-RR), Jalser Renier.

Questionado se tem partido à vista, a resposta foi não. “Ficarei sem partido, possivelmente, até o próximo ano”, finalizou o vice-governador.

ROMPIMENTO

Em agosto de 2019, Frutuoso anunciou rompimento com Denarium, após ele não cumprir promessas feitas em campanha. Depois disso, teceu críticas ácidas ao governador, a quem acusa de priorizar o agronegócio e deixar áreas, como a Saúde, em segundo plano.

Neste ano, Jalser e Denarium firmaram o que denominaram ‘pacto pela governabilidade’. Com isso, a Casa indicou o atual secretário de Saúde e, dias depois, os pedidos de impeachment contra o governador foram rejeitados.

Informações: Roraima em Tempo – Foto: Arquivo Pessoal